7ª Mostra

A 7ª Mos­tra Cur­ta Audi­o­vi­su­al acon­te­ceu de 14 a 22 de Novem­bro de 2013 no Museu da Ima­gem e do Som (MIS) e no SESC Cam­pi­nas. A pro­gra­ma­ção, total­men­te gra­tui­ta, ofe­re­ceu um pano­ra­ma abran­gen­te da pro­du­ção de cur­tas-metra­gens bra­si­lei­ros pro­du­zi­dos a par­tir de 2011.

Ape­sar do peque­no perío­do de ins­cri­ções, ape­nas 15 dias e do novo modo de recep­ção das mes­mas, total­men­te onli­ne – foram rece­bi­dos cer­ca de 110 fil­mes, dos quais 31 farão par­te do even­to este ano. Foram con­tem­pla­dos fil­mes de Bra­sí­lia, Belo Hori­zon­te, Cam­pi­nas, Curi­ti­ba, For­ta­le­za, Goi­â­nia, Juiz de Fora, Por­to Ale­gre, Rio de Janei­ro, Sal­va­dor, São Car­los, São Luis e São Pau­lo.

As exi­bi­ções estão divi­di­das em: Ses­são de Aber­tu­ra; Ses­sões Ofi­ci­ais, seis ses­sões com uma sele­ção de cur­tas ins­cri­tos, duas ses­sões do Cine­mi­nha, a Ses­são na Pra­ça, que será rea­li­za­da no Lar­go do Rosá­rio, a Ses­são com aces­si­bi­li­da­de e a já tra­di­ci­o­nal Ses­são Juri-Pop, com os cur­tas mais bem vota­dos pelo públi­co.
Para encer­rar o even­to ocor­reu uma con­fra­ter­ni­za­ção na Gale­ria Sede, com pro­je­ções dos cur­tas pro­du­zi­dos nas ofi­ci­nas e expo­si­ção.

As Ses­sões Ofi­ci­ais são bati­za­das com nomes dos anti­gos cine­mas de rua de Cam­pi­nas e são com­pos­tas por cur­tas de vari­a­dos esti­los e lin­gua­gens, com­pre­en­den­do fic­ção, docu­men­tá­rio e ani­ma­ção, rea­li­za­dos em dez dife­ren­tes esta­dos bra­si­lei­ros.

O públi­co des­sas ses­sões rece­be fichas para votar nos pre­fe­ri­dos, que ao final for­mam a Ses­são Juri Pop.!

O Cine­mi­nha é uma ses­são vol­ta­da ao públi­co infan­to-juve­nil, com pro­du­ção e cura­do­ria do Ideia Cole­ti­va.
Repe­tin­do a expe­ri­ên­cia da edi­ção de 2008 a Mos­tra foi pro Lar­go do Rosá­rio, rea­li­zan­do uma ses­são espe­ci­al ao ar livre, a Ses­são na Pra­ça.

Para fomen­tar a pro­du­ção regi­o­nal e pro­mo­ver o diá­lo­go entre rea­li­za­do­res e o públi­co, a Mos­tra incluiu tam­bém uma pro­gra­ma­ção com ati­vi­da­des para­le­las. Foram qua­tro ofi­ci­nas prá­ti­cas: Dese­nho Ani­ma­do, ofe­re­ci­da pelo Núcleo de cine­ma e ani­ma­ção de Cam­pi­nas nos dias 14 e 15/11, Docu­men­tá­rio Expres­so rea­li­za­da pela Pap­pi­lon Cine­ma e Vídeo nos dias 14/11 e 15/11 , Dire­ção de Arte para cine­ma minis­tra­da pela Ske­noFX nos dias 20 e 21/11 e a Prá­ti­cas da pro­du­ção de vídeo, minis­tra­da pela Capuc­ci­no Pro­du­ções dos dias 19 a 21/11.

Além das ofi­ci­nas, a Mos­tra pro­mo­ve­rá, nos dias 16 e 17/11, sem­pre às 14h, pales­tras rela­ci­o­na­das ao audi­o­vi­su­al. Os temas des­tas pales­tras serão Rotei­ro Cine­ma­to­grá­fi­co: O limi­ar do tex­to téc­ni­co e cri­a­ti­vo, minis­tra­da pelo gra­du­a­do em Cine­ma pela UFSC Bru­no Nuc­ci e O Cine­ma e suas his­tó­ri­as, medi­a­da pelo pro­du­tor cul­tu­ral Tar­cí­sio Vec­chi­ni.

Para a séti­ma edi­ção ten­ta­mos a cap­ta­ção de recur­sos atra­vés da lei de fomen­to esta­du­al, o Pro­aC, mas infe­liz­men­te não obti­ve­mos suces­so na emprei­ta­da. Sen­do assim bus­ca­mos outras for­mas de via­bi­li­zar esta edi­ção e atra­vés do apoio da Secre­ta­ria Muni­ci­pal de Cul­tu­ra e do SESC Cam­pi­nas con­se­gui­mos mon­tar esta pro­gra­ma­ção.