Masterclasses

24/11/2017


15:00  -  18:00

(60 vagas)
Inscreva-se aqui

Palestrante
Leandro-Afonso_DIREÇÃO_AIC-300x300 Masterclass AIC: Pensando a mise-en-scène no cinema
Leandro Afonso (Academia Internacional de Cinema)

Tópicos

– O que é o plano;
– O que a encenação do cinema mudo ainda nos ensina;
– Como o maneirismo, o fluxo e outras possibilidades de mise-en-scène se manifestam nos filmes contemporâneos;
– Se o clássico remete aos anos 1930 e o moderno aos 1940, o que estamos fazendo hoje?

Currículo

Diretor dos curtas-metragens “Argentina, Me Desculpe” (2015), “Habeas Corpos” (2014), “Lara” (2013), “Nunca Mais Vou Filmar”(2012).  Em pós-produção do seu primeiro longa-metragem, “Tio Bruno” (2019). Graduado em Comunicação pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e mestre em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Pesquisa mise-en-scène, história do cinema, cinema independente, gêneros cinematográficos e cinema latino-americano.

25/11/2017


15:00  -  19:00

(20 vagas)
Inscrições encerradas

Palestrante
Vanessa-Prieto-200x300 Masterclass AIC: Os 12 elementos da cena
Vanessa Prieto (Academia Internacional de Cinema)

Tópicos
1 – Relação – Como criar relação entre os personagens.
2 – Conflito – O que você está lutando para conseguir?
3 – O momento anterior – Como começar uma cena.
4 – Humor – Porque piadas não funcionam?
5 – Oposição – Descobrindo a tensão escondida na cena
6 – Descobertas – Faça coisas acontecerem pela primeira vez.
7 – Comunicação e competição – Buscando a conexão entre os atores.
8 – Importância – localize o centro do drama
9 – O que realmente está acontecendo?
10 – Espaço – criando o espaço – ainda que imaginário – para localizar o drama.
11 – Jogando o personagem e jogando o jogo.
12 – Mistério e segredos.

Currículo
Atriz, produtora, roteirista, escritora. Finalista ao prêmio Jabuti pelo livro infantil “O Silêncio em Apuros” (2016). Foi indicada ao prêmio Candango de Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro pelo longa-metragem “Falsa Loura” (2007), de Carlos Reichenbach. Fez a série “Zé do Caixão” no canal Space, contracenando com Matheus Nachtergaele como Sarita Del Ciel. Está na série “O homem da sua vida” no canal HBO, contracenando com Augusto Madeira, sob direção de Daniel Rezende e Fernando Coimbra. Atuou nos curtas “A Cena Perfeita” (musical), “Sozinho”, “Darluz” (31 prêmios), “Duas Almas” e no longa-metragem “Sábado A Noite”. Como roterista, foi selecionada no FSA Prodav 04/2014 – desenvolvimento de longa-metragem de animação. No teatro, idealizou, atuou e coproduziu os Musicais “Lampião e Lancelote”, vencedor de 11 prêmios de Teatro, “O silêncio em apuros”, “A árvore Berenice” e co-realizou o espetáculo de dança flamenca “Toro Negro”, além de diversos musicais infantis. Atuou em “Sonhos de uma Noite de Verão”, dir. Anselmo Vasconcellos, “Ricardo III” e “Mauser”, ambos dirigidos por Celso Frateschi; “Bruxas de Salem”, dir. Bete Dorgan; e “Entre Quatro paredes”, dir. Luis Damasceno, entre outros. Formada como atriz na Escola de Arte Dramática da USP, e em Imagem e Som pela UFSCAR, estreou na TV em 2006 na novela “Cristal” (SBT), fazendo a vilã Bijou. Na Rede Globo, fez o seriado “Sítio do Pica-Pau Amarelo” em 2007 como a noiva caipira de Eri Johnson e, no mesmo ano, participou da novela “Pé na Jaca”.