A Mostra

Rea­li­za­da em Cam­pi­nas des­de 2006 por pro­du­to­res cul­tu­rais inde­pen­den­tes da cida­de, a Mos­tra Cur­ta Audi­o­vi­su­al de Cam­pi­nas che­ga à 11ª edi­ção em 2017.

O even­to, mais do que uma mos­tra de cine­ma, pre­ten­de arti­cu­lar dife­ren­tes esté­ti­cas e gêne­ros do audi­o­vi­su­al, e esti­mu­lar a pro­du­ção na região de Cam­pi­nas. Em 10 anos de atu­a­ção exi­biu fil­mes de todas as par­tes do Bra­sil e da Amé­ri­ca Lati­na, soman­do mais de 100 horas de pro­je­ção com mais de 800 fil­mes de cur­ta-metra­gem atin­gin­do mais de 15 mil espec­ta­do­res.

No cená­rio atu­al, em que o país e a cul­tu­ra pas­sam por um momen­to tão deli­ca­do polí­ti­ca e eco­no­mi­ca­men­te, con­co­mi­tan­te com as mudan­ças no mun­do digi­tal que alte­rou as rela­ções entre quem faz e quem con­so­me audi­o­vi­su­al, esta edi­ção vem mar­car uma resis­tên­cia cul­tu­ral na cida­de de Cam­pi­nas.

Este ano a Mos­tra não con­ta com nenhum finan­ci­a­men­to e está em bus­ca de for­mas de via­bi­li­zar a sua rea­li­za­ção atra­vés da rede de apoi­os e par­ce­ri­as já con­quis­ta­das na cida­de ao lon­go de sua tra­je­tó­ria. Será cri­a­do, tam­bém, um finan­ci­a­men­to cole­ti­vo para que aque­les que pres­ti­gi­am o even­to pos­sam con­tri­buir com sua rea­li­za­ção. A Mos­tra Cur­ta Audi­o­vi­su­al pre­ten­de com mais esta edi­ção favo­re­cer essa tro­ca entre públi­co e rea­li­za­do­res, reno­van­do e resis­tin­do.